Fechar
Home Notícia Novos diretores Regionais e Adjuntos entram em contato com mais áreas da Afresp no último dia de reuniões

Novos diretores Regionais e Adjuntos entram em contato com mais áreas da Afresp no último dia de reuniões

20 de abril de 2015 Notícia

Novos diretores Regionais e Adjuntos entram em contato com mais áreas da Afresp no último dia de reuniões

[datar]

No último dia de trabalho das reuniões que fizeram parte da cerimônia de posse dos diretores Regionais e Adjuntos, no dia 20 de abril, os recém-empossados conheceram um pouco mais de alguns departamentos da Afresp.

O presidente da Afresp, Rodrigo Keidel Spada, abriu as reuniões agradecendo o empenho dos diretores que se dedicam à Associação, especialmente aqueles que não podem se afastar dos seus cargos na Secretaria da Fazenda, como o diretor de Esportes, Milton Nakanishi, o Jurídico, Nelson Trombini Jr, a Social, Vanessa Kazue Murayama, e o de Projetos, Renato Pei An Chan.

O primeiro a se apresentar foi o diretor Milton. “O esporte é fundamental na Afresp, promove a união da classe e a melhoria da qualidade de vida”, disse. Ele mostrou quais são os esportes que têm campeonatos e torneios regulares na Afresp, como o futebol, tênis, poker e sinuca, além das corridas de rua e das aulas de ginástica na sede. Há projetos para incluir outros esportes no calendário da Associação, como um campeonato de corrida de kart.
Para o futuro, a diretoria está pensando em implantar diferentes comissões para desenvolver novas atividades esportivas. Milton incentivou os diretores Regionais e Adjuntos a estimular os colegas para participar dos campeonatos e também colaborar com novos projetos na área do esporte.

Em seguida, o diretor de Projetos, Renato Pei An Chan, apresentou sua diretoria. “Vamos ser um facilitador de projetos nas Regionais e encaminhar as demandas para os departamentos responsáveis”, disse. “Vamos alinhar as iniciativas com o Planejamento Estratégico e acompanhar os cronogramas e desembolso financeiro”.

Ele citou os objetivos do departamento, como a transparência, a participação efetiva dos líderes dos projetos, e a implantação de um banco de ideias. Além disso, será criado um canal para receber as sugestões, fazer uma triagem e encaminhá-las aos departamentos, e realizar sua implantação dentro de uma metodologia condizente com o projeto da Afresp.

A diretora de Aposentados, Mara Tomassetti, fez sua apresentação logo após. “A Afresp precisa cuidar dos colegas aposentados: 48,37% dos AFRs já não estão na ativa”, disse.

Um dos seus projetos é estabelecer uma rede de comunicação entre os colegas mais idosos. “Ele é mais isolado: não sabemos como ele está, o que anda fazendo, se está internado…um caminho é formar pequenos grupos e restabelecer rede de relacionamentos também nas Regionais”.

O diretor de Regionais, Matheus Lopes P. Lima, apresentou os consultores da consultoria financeira W1, que mostraram o trabalho que vem desenvolvendo na Afresp com os associados na área de seguros e previdência. O diretor executivo da W1, Jan Brunckhorst, mostrou aos diretores como é a empresa, com o que ela trabalha e a vantagem que o associado terá com a W1. “Os consultores são muito bem treinados, e vamos oferecer produtos com alto valor e baixo preço, além de mostrar transparência nas negociações”.

O Conselheiro e ex-presidente da Afresp, Teruo Massita, participou do último dia da reunião, e elogiou a mudança do corretor de seguros. “Foram dois anos de conversas e negociações, para irmos a uma corretora nova, mais moderna, com abordagem inovadora. O associado terá produtos exclusivos e pessoais”.

Em seguida, o consultor da BNCES, Bernd Nestrojil, mostrou o resultado da consultoria feita na área de Compras da Afresp. “Compras fazem grande parte dos custos da Afresp. Vamos pensar em uma nova filosofia, a de pensar global e agir local: centralizar o controle de gastos sem esquecer das Regionais e Sede. Vamos definir, pesquisar e negociar serviços e produtos que atendem a Afresp e melhorar o resultado financeiro”.

Depois do almoço, o diretor Matheus encerrou os trabalhos, apresentando um balanço dos três dias de reunião e mostrando os dados financeiros da Afresp, Amafresp e SegAfresp. Ele apresentou as demandas dos diretores Regionais e mostrou algumas propostas aos recém-empossados diretores, como pesquisas com os associados das bases e a criação de uma comissão para acompanhar estudos para o desenvolvimento de critérios técnicos para alocação dos recursos destinados às Regionais.

O Conselheiro Teruo parabenizou Matheus pela condução das apresentações. “É um passo muito importante para o rejuvenescimento da nossa Associação. Jovens trazem inovações e muita energia!”.

O presidente Rodrigo encerrou os trabalhos. “Foram três dias muito produtivos. Mesmo tendo falado de muitos problemas, a Afresp é muito mais: é uma referência pela quantidade de coisas que nós oferecemos aos associados”, concluiu.

Veja as fotos do último dia de trabalhos na página do Facebook da Afresp!


Clique aqui
Atendimento Afresp
Olá, bem-vindo à Afresp. Como podemos ajudar?