Fechar
Home Conselho Deliberativo Conselho Deliberativo da Afresp aprova orçamento para 2020

Conselho Deliberativo da Afresp aprova orçamento para 2020

2 de dezembro de 2019 Conselho Deliberativo


Os membros do Conselho Deliberativo da Afresp estiveram reunidos na manhã deste sábado (30), na sede da Associação, na capital paulista, para a última reunião do ano de 2019.

O assunto principal desta reunião foi a peça orçamentária dpara o exercício de 2020, assunto que foi discutido por mais de 4 horas em plenário. Foram recebidos o Presidente da Afresp, Rodrigo Spada, o Diretor Financeiro da Associação, Luan Zacharias, e a gerente financeira da Afresp, Raquel Gonçalez. O presidente da Comissão Fiscal, Alexandre Lania, apresentou o parecer da Comissão, referente à peça orçamentária proposta pela Diretoria Executiva para o exercício de 2020, e sugeriu a aprovação do orçamento, com as seguintes recomendações:

  • Contenção das despesas com salários e ordenados nos níveis dos dissídios para 2020;
  • Revisão com consequente diminuição de despesas a serem realizadas para Propaganda e Marketing;
  • Diminuição efetiva nos gastos com eventos sociais durante o ano, priorizando oportunidades que atendam todo conjunto de associados;
  • Revisão detalhada, por parte do Conselho Deliberativo, acerca da taxa de administração paga pela Amafresp e dos critérios de rateio para custeio;
  • Uma execução orçamentária, no que conseguir controlar, no mínimo muito próxima aos índices inflacionários de 2020, tornando-a compatível com a nossa realidade salarial e nossas perdas, principalmente de nossos colegas aposentados.

O orçamento foi colocado em discussão, os conselheiros puderam esclarecer dúvidas junto à Diretoria Financeira e fazer apontamentos em relação à proposta. Após os esclarecimentos, o orçamento para o ano de 2020 foi colocado em votação e aprovado por maioria de votos, tendo duas abstenções.

Também foi deliberado sobre as auditorias interna e externa da Afresp. Em relação à auditoria externa, o Conselho Deliberativo da Associação, nos termos do inciso VI do artigo 52 do Estatuto Social, deverá indicar a contratação de uma nova empresa e fazer a fiscalização de seus trabalhos. Sendo assim, a auditoria externa ficará sob a responsabilidade do Conselho. Em relação à auditoria interna, que tem sua instituição como prerrogativa do Presidente da Associação, foi decidido pelo Conselho Deliberativo que todos os relatórios gerados deverão ser encaminhados ao C.D. para auxílio na fiscalização, inclusive por parte da Comissão Fiscal.

Além da aprovação dos assuntos já mencionados, foram discutidos também três processos de reembolso da Amafresp, todos indeferidos unanimidade.

Não havendo assuntos a serem tratados, o Presidente do C.D., Luiz Carlos Toloi Junior, o Vice-Presidente, Miguel Ângelo, e a 1ª Secretária, Márcia Maria Marchetti do Couto agradeceram a presença de todos e a reunião foi encerrada.

Taxa de administração da Amafresp
Em relação à taxa de administração da Amafresp, a Mesa Diretora do Conselho Deliberativo colocou em votação, e foi aprovado por unanimidade, que seja convocada a Diretoria Financeira, juntamente com a empresa responsável pela elaboração do projeto de centro de custos da Associação, a comparecer à próxima reunião do C.D. para expor aos conselheiros todos dados do centro de custos da Afresp, inclusive relativos ao ano de 2018 da Amafresp, e sua metodologia, assim como a porcentagem que cabe à Amafresp em cada centro de custos.