Fechar
Home Sedes Regionais CCU Centro de Convivência Urbano é inaugurado na Capital

Centro de Convivência Urbano é inaugurado na Capital

27 de novembro de 2017 CCU

Centro de Convivência Urbano é inaugurado na Capital

[datar]

Em 23 de novembro, a Diretoria Executiva da Afresp, diretores Regionais, Conselheiros e associados compareceram em peso à inauguração do Centro de Convivência Urbano (CCU) da Capital, localizado na Avenida Rangel Pestana, 203, bem próximo à sede da Secretaria da Fazenda, no centro de São Paulo.

O CCU ocupa o 12º e 13º andares do prédio, que tem uma visão privilegiada da Catedral da Sé, e conta com redário, área de descanso, bar, centro de estética, academia, vestiário e salão de jogos. É lá também que está localizado o Escritório Centro da Afresp. Assim, os associados, além de aproveitarem o espaço para se encontrar com os colegas, poderão receber orientações dos colaboradores da Associação a respeito de produtos do InvestAfresp, Amafresp, Fundafresp, entre outros serviços oferecidos pela entidade.

inauguracao_CCU_1

O diretor Regional da Sede/Predião, Eugenio Satoshi Kobayashi, que abriu a cerimônia de inauguração do CCU, relembrou a história de sua concepção. “Esta obra é uma conquista da Afresp, fruto do trabalho de três anos desta Regional. Tivemos total apoio da Diretoria Executiva para a realização do projeto. A ideia é que este espaço agregue mais valor à Associação e ao associado, como um local onde os colegas possam se reunir e também realizar eventos. É uma grande satisfação pessoal estar nesta inauguração hoje”, afirmou Kobayashi.

A seguir, o presidente da Afresp, Rodrigo Keidel Spada, agradeceu a presença dos diretores Executivos e Designados, do Conselho Deliberativo e dos membros da Administração Tributária que estiveram presentes na inauguração.

“Este evento é para vocês, associados. Cada detalhe desta obra foi feito pensando em vocês, desde o começo, com a criação da Comissão que realizou a pesquisa com os associados para descobrir o que eles esperavam do CCU. Por isso, a Afresp é um local de encontros de AFRs, onde tentamos diminuir nossas diferenças, quebrar obstáculos. São nestes encontros que podemos criar uma classe mais unida e mais forte”, disse Spada.

Da pesquisa à inauguração

Para saber a opinião dos associados sobre a construção do CCU, foi feita uma pesquisa em 2013. O resultado: 751 AFRs responderam que gostariam de ter um Centro de Convivência próximo ao Predião. A criação do CCU, de acordo com a pesquisa, incentivaria 84,33% dos AFRs não-associados a se filiarem à Afresp.

Desde então, foi formada uma comissão para determinar o local do novo CCU e o projeto arquitetônico. Participaram do processo os colegas Paulo Henrique Cruz, Pedro Abrahão, Henning Mario von Rautenfeld, Renato Chan, Nelson Trombini Jr, Cesar Akio Itokawa, Marcio Vicente, André Ribeiro de Araújo, Eugenio Satoshi Kobayashi, Eiji Ohashi, Danusa Studart e Guilherme Bufáiçal Neves.

O projeto arquitetônico foi aprovado pelo Conselho Deliberativo em 2015. No ano seguinte, foram assinados os contratos de locação dos dois andares do CCU. Em 2017, foi aprovada a abertura de crédito adicional para a construção do Centro pela Diretoria Executiva e Conselho Deliberativo. Em julho, a Afresp assinou contrato com a construtora Emobrel, que fez a reforma dos dois pavimentos do prédio, e tornou realidade o Centro de Convivência Urbano.